Entendendo o Louco Amor do Pai – Louco Amor – 2° sábado

29/04/2012   ||   Mensagens  ||  Nenhum comentário

Amor Absoluto e Ilimitado

A expressão “Eu te amo”, por si só, já é uma expressão muito forte e impactante. E quando dizemos que “Deus te ama”? Qual é o significado dessa expressão?

È importante entendermos que o amor de Deus é Absoluto e Ilimitado, ou seja, Deus nos ama incondicionalmente e eternamente! Ele escolheu ser assim.

O amor de Deus é muito diferente do amor humano que é baseado no interesse. O amor humano baseia-se naquilo que se pode obter quando se ama alguém. No entanto, o amor de Deus vai na contra-mão desse amor de interesse, por isso é Absoluto e Ilimitado. É esse amor que temos que viver pois Ele está disponível para todos!

No entanto, alguns conceitos que criamos ao longo de nossas vidas distorcem a visão clara que podemos ter do Amor de Deus por nós.

1. Meu pai e meu PAI

A palavra de Deus nos diz em Jo 1:12

“Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus.”

  • Filhos, é isso que somos diante de Deus.
  • Todos os que creram em seu nome, podem chamar Deus de Pai.

Nesse contexto, eu não sei se você já parou para pensar se o relacionamento que você tem com seu pai terreno influencia na maneira que você se relaciona com Deus, o seu Pai celestial.

Eu tenho um bom exemplo de pai em casa, cuidadoso, atencioso, enfim um grande exemplo pra mim. Eu posso dizer que herdei muitas qualidades do meu pai, e se sou empresário e líder hoje é por causa dele. Mas pode ser que muitos aqui não tenham uma boa referência de pai.

Pode ser que na sua vida você tenha tido muitas frustrações e decepções com seu pai, e talvez você não tem ideia do que é ser desejado por um pai. Muitos filhos aqui não tiveram pai e outros foram: IGNORADOS, DESPREZADOS, FERIDOS, INJUSTIÇADOS E PREJUDICADOS PELOS PAIS.

Nós acabamos de ver que o próprio autor do livro fala sobre a influencia do seu relacionamento com seu pai no seu relacionamento com Deus.

O livro conta que:

  • Como sua mãe morreu durante o seu nascimento, ele sentia que o pai o culpava por isso, e não o tratava bem;
  • Foram pouquíssimos momentos de carinho e de afeição;
  • Seu grande objetivo como filho era não irritá-lo, não desobedecê-lo;
  • Olha que dó: Ele disse que chegava a ficar caminhando em volta da casa só para não aborrecer o pai dele. Fala sério!

O grande problema disso é que ele transferiu essa mesma sensação, todas essas emoções, para Deus, o seu Pai celestial. Por exemplo, ele fazia o possível para não irritar Deus com seu pecado, ou aborrecê-lo com seus probleminhas.

E o pior, ele não tinha nenhuma aspiração de ser desejado por Deus;

Para ele, ele ficava satisfeito somente com o fato de Deus não odiá-lo.

E ele só foi entender o amor de Deus por seus filhos a partir do momento em que ele teve seus filhos.

  • E foi através do nascimento de seus filhos que ele pode entender um pouco mais sobre o amor que Deus tem por nós.

Mt 7:11

“Se vocês, apesar de serem maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai de vocês, que está nos céus, dará coisas boas aos que lhe pedirem!”

Então galera, o mais importante aqui é entender o quanto o nosso relacionamento com nosso pai terreno pode influenciar tanto de forma positiva como negativa no nosso relacionamento com Deus.

Eu queria que você fechasse seus olhos por um instante, e refletisse um pouco comigo.

Lembre-se de seu pai agora:

  • O que ele fez que lhe feriu?
  • Você ainda guarda mágoas ou ressentimentos no coração por causa das atitudes do seu pai? Sei lá, talvez por ele ter deixado sua mãe, por ele ter batido muito em você, por ele te xingar muito quando pequeno, por nunca estar presente, por te humilhar na presença de outros, por ter abusado de você?
  • Hoje ainda é dolorido lembrar-se disso?
  • Você já conseguiu perdoá-lo?
  • Hoje, o que ainda é difícil de aceitar em relação ao seu pai?

O Louco amor de Deus quer se revelar em todos os níveis da sua vida, inclusive te dando a oportunidade de liberar perdão para o seu pai ou até mesmo restaurar um relacionamento de pai e filho, por mais complicada que esteja a situação.

Entenda que Deus quer um relacionamento íntimo contigo, algo além da religião, ele quer ser desejado por você, assim como Ele te deseja.

Você pode questionar ou duvidar do amor de DEUS Pai para contigo, mas você pode ter uma certeza: você nunca vai deixar de ter a provisão, amor e cuidado dEle por causa do seu pensamento.

2. O medo que aprendi a ter de Deus

Muitas vezes a visão que temos de Deus é a visão de um Deus tirano. Alguém a quem devemos servir sempre pois caso contrário seremos severamente punidos. Fomos criados em uma cultura onde ter medo de Deus é algo normal. Quem de nós nunca ouviu:”Menino, não faça isso porque Deus castiga”.

O grande problema é que quando condicionamos nossa obediência à Deus pelo medo do que Ele possa nos fazer, sempre que pecamos nos sentimos extremamente culpados. No entanto, essa culpa gera em nós remorso e não arrependimento genuíno que nos faz mudar a rota para que não pequemos mais.  Por outro lado, quando amamos a Deus sobre todas as coisas, nosso relacionamento com Ele e o fato de O servimos torna-se algo natural e muito prazeroso. Agradar o coração de Deus passa a ser uma cultura pois sabemos Ele é o nosso maior tesouro.

Devemos ter de Deus temor e não medo. Temor tem a ver com respeito, com reconhecimento de autoridade. Quando respeitamos a Deus, podemos usufruir do seu amor, bondade e misericórdia sobre as nossa vidas. Quanto desenvolvemos medo por Deus, somos paralisados pois fazemos tudo para não sermos punidos. Não tenha medo de Deus, ame a Deus!

3. Minha ignorância a respeito do que Deus pensa de mim

Jeremias 1

4 A palavra do Senhor veio a mim, dizendo:
5 “Antes de formá-lo no ventre eu o escolhi, antes de você nascer, eu o separei e o designei profeta às nações”.

Veja aqui o que Deus diz para Jeremias: Eu te escolhi antes de você nascer, ou seja, antes de você nascer eu já te conhecia.

E isso vale pra nós também. Olha que firmeza!

Você pode até achar que não mas veja o que diz em Ef 2:10:

“Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou antes para nós as praticarmos.”

  • Ou seja, minha existência não é um acaso, nem um acidente.
  • Deus sabia quem estava criando, e me gerou para um trabalho específico.

Eu não sei se você já olhou para a Palavra e viu quem é você para Deus.

  • Você já se deparou com essa realidade?
  • De que Deus acredita e acredita muito em você?
  • Que ele te escolheu, te separou e te designou para viver uma vida abundante nEle?

Mas voltando para Jeremias…

Diante do que Deus disse, veja que interessante o que a reação dele e a resposta de Deus.

Jeremias 1:6-10

6 Mas eu disse: Ah, Soberano Senhor! Eu não sei falar, pois ainda sou muito jovem.
7 O Senhor, porém, me disse: “Não diga que é muito jovem. A todos a quem eu o enviar, você irá e dirá tudo o que eu lhe ordenar.
8 Não tenha medo deles, pois eu estou com você para protegê-lo”, diz o Senhor.
9 O Senhor estendeu a mão, tocou a minha boca e disse-me: “Agora ponho em sua boca as minhas palavras.
10 Veja! Eu hoje dou a você autoridade sobre nações e reinos, para arrancar, despedaçar, arruinar e destruir; para edificar e plantar”.

Olha que fantástico…

Quando Jeremias mostra seu medo e receio, Deus, como um pai, o encoraja com amor.

E essa lição que fica para nós.

  • Você não precisa temer, Deus acredita em você e garante o seu sucesso.
  • Ele garante o sucesso de acordo com o plano que Ele tem pra você, e não com os planos que você tem para você mesmo.

Apenas para reforçar a sua identidade:

Romanos 8

28 Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
29 Pois aqueles que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos.
30 E aos que predestinou, também chamou; aos que chamou, também justificou; aos que justificou, também glorificou.

Eu te pergunto então:

  • O que você está fazendo hoje, se encaixa dentro da escolha e designação de Deus para sua vida?
  • Você tem convicção de que suas escolhas tem levado em conta o plano de Deus?

 4. Minha auto justiça

Isaías 64:6 diz: “Somos como o impuro – todos nós! Todos os nossos atos de justiça são como trapo imundo.”  A expressão “trapo imundo” neste texto refere-se a um pano que as mulheres utilizavam como absorvente quanto estavam menstruadas. É uma expressão muito nojenta e impactante, mas o profeta Isaías queria exatamente nos fazer pensar sobre como é o nosso senso de justiça. Por mais que pensemos que somos pessoas justas, nossa justiça não passa de sujeira. Nossa justiça é injusta.

O fato de nos acharmos justos nos faz julgarmos, muitas vezes, o próprio Deus, Criador do universo, pelos momentos tristes que vivemos, pelo fato de pessoas ímpias serem exaltadas nesta terra, pelo fato de pessoas honestas não serem reconhecidas, enfim, nos sentimos juízes sobre a terra.

O que realmente importa é que Deus é Justo, Misericordioso  e que nos dá Graça. Estes atributos de Deus  estão acima da nossa compreensão. A justiça, misericórdia e graça do Senhor estão sobre todos. A grande diferença é que a Graça de Deus sobre aqueles que O reconhecem como Senhor e Salvador e que se arrependem dos seus pecados gera salvação!  E esta é gratuita e está disponível à todos!

Que a graça de Deus esteja sobre a sua vida gerando salvação.

Conclusão

Tenho escolha?

  • Para muitos, parece que Deus nos obriga amá-lo.
  • Que se a gente não fizer isso, vamos para o inferno. Muitos encaram isso como uma ameaça.

Antes de qualquer coisa, entenda que amar a Deus é uma escolha sua.

Mas se formos além, agora que temos entendido o amor de Deus, não é meio óbvio que esse amor nos conduza até Ele, e que nos alerte quanto a tudo que possa nos prejudicar?

Essa atração, essa sedução, esse chamado ou mesmo essa suposta “ameaça” — não seriam todas essas coisas demonstrações de seu amor?

  • Será que, se ele não fizesse tudo isso, a gente não podia duvidar do Seu amor por nós?

Pense nisso…

Agora, se alguém perguntasse a você qual é a melhor coisa do mundo, o maior bem da terra, qual seria a sua resposta?

  • No meu caso que adoro comer: Seria uma costela do Outback, uma lasanha verde do Fellini, um suco do Kiffa?
  • Seria segurança financeira?
  • Saúde perfeita? Ter um corpo perfeito…
  • Amizades valiosas?
  • Um casamento feliz?
  • Um diploma de faculdade?

Tudo isso é muito bom…mas sabe qual é a melhor coisa do mundo, o maior bem da terra? DEUS.

Ponto final.

O objetivo de Deus para nossa vida é ele mesmo.

Louco isso né?

E o melhor, VOCÊ PODE TER ESSE DEUS!

Deus constitui a maior experiência que se pode ter neste mundo! Galera, as boas-novas não se limitam a você ser perdoado dos pecados As boas-novas não se limitam a garantir que você não vai para o inferno e vai para o céu.

Há muito mais do que isso, basta você buscar sozinho isso na Palavra. Não depende de mim, da igreja, de ninguém, apenas de você.

Mas aqui está uma pergunta importante que devemos nos fazer:

  • Será que amamos mesmo o Senhor, ou apenas as coisas que ele nos dá?

Imagine que coisa terrível seria ouvir de um filho: “Eu não amo você de verdade nem quero o seu amor, mas não dispenso minha mesada, beleza?”.

Pensando no contrário, como é lindo quando a pessoa que amamos olha nos nossos olhos e diz:  “Eu amo você. Não a sua beleza, o seu dinheiro, a sua família ou o seu carro. Só você”.

E aí? Pode dizer isso a Deus?

Nosso amor por ele é sempre resultado de seu amor por nós,e é por isso que temos buscado entender um pouco mais desse amor.

  • Você ama esse Deus que é TUDO, ou ama tudo o que ele te concede?
  • Você acredita de verdade que Deus ama você, de maneira individual, pessoal e íntima?
  • Consegue vê-lo e conhecê-lo como Pai?

Geração Josué

Equipe Web da Geração Josué

facebook twitter

Deixe um comentário

Venha nos conhecer

Todos os sábados
Horário: 19h30 as 21h30

Endereço:
Rua Luís Paolieri, 346
Próximo ao clube ADPM
Pq São Quirino - Campinas/SP
Como chegar

Confira

Fique por dentro

Fique por dentro de todas novidades, eventos e notícias da Geração Daniel e Josué.
Saiba mais