Evangelismo por Fogo

25/04/2007   ||   Devocionais  ||  Nenhum comentário

Já que é pra meditar, leia com calma, nada de pressa, imagine que essa é a mensagem que estava esperando. Abriu umas 10 vezes a caixa de email hoje e nada, pronto, aqui está. Acalme-se.

Comecei um dia a ler o livro chamado “Evangelismo por Fogo” de Reinhard Bonnke. Esse missionário me impactou, e isso surgiu pela revelação proveniente da PALAVRA.

Nosso querido João Batista, profeta que “estranhamente” atrai multidões ao deserto, e ali os leva ao arrependimento, arrependimento que se estende ao batismo, batismo que representa a purificação. Este mesmo homem ao reconhecer Cristo, declara: “Eu vos batizo com água para arrependimento, mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu (…). Ele vos batizará com o Espírito Santo e com FOGOMT 3:11.

Aquele que é maior, maior do que tudo que já se viu ou ouviu, o próprio Deus que por suas mãos criou tudo que há, este nos trouxe o Seu próprio Espírito como também o Seu fogo, que não somente purifica, mas é capaz de nos fazer arder, queimar de amor.

O amor, puro que evoca da alma, é aquele que clama, suplica, grita desesperadamente. Isso me faz lembrar duas coisas, na verdade três. Quando comecei a trabalhar com crianças me dei conta do tamanho do amor que tem por seus pais. Tem uma menininha que chora todos os dias e fala “Quero mamãe, quero mamãe”. Ela chora tanto que quando dorme o soluço permanece. E quando vê a mãe nada importa, apenas aquela doce presença.

Quando nos paixonamos, igualmente, não medimos esforços, na verdade até o avaliamos, nada de dar o pouco, partimos para o melhor. Mais do que isso, aquele que amamos é beleza em meio a todas as coisas, destaca-se, não há outro comparável, é o aconchego, o porto seguro, é o quadro mais encantador, de maior docura, é aquele que também zela por nós e declara que também nos quer, e melhor exemplo:

Cântico, capítulo 2

3 “Qual a macieira entre as árvores do bosque, tal é o meu amado entre os filhos; desejo muito a sua sombra, e debaixo dela me assento; e o seu fruto é doce ao meu paladar.
4 Levou-me à casa do banquete, e o seu estandarte sobre mim era o amor.
5 Sustentai-me com passas, confortai-me com maçãs, porque desfaleço de amor.
6 A sua mão esquerda esteja debaixo da minha cabeça, e a sua mão direita me abrace.
7 Conjuro-vos, ó filhas de Jerusalém, pelas gazelas e cervas do campo, que não acordeis nem desperteis o meu amor, até que queira.
8 Esta é a voz do meu amado; ei-lo aí, que já vem saltando sobre os montes, pulando sobre os outeiros.
9 O meu amado é semelhante ao gamo, ou ao filho do veado; eis que está detrás da nossa parede, olhando pelas janelas, espreitando pelas grades.
10 O meu amado fala e me diz: Levanta-te, meu amor, formosa minha, e vem.”

 

Geração Josué

Equipe Web da Geração Josué

facebook twitter

Deixe um comentário

Venha nos conhecer

Todos os sábados
Horário: 19h30 as 21h30

Endereço:
Rua Luís Paolieri, 346
Próximo ao clube ADPM
Pq São Quirino - Campinas/SP
Como chegar

Confira

Fique por dentro

Fique por dentro de todas novidades, eventos e notícias da Geração Daniel e Josué.
Saiba mais